Cultura

Home/ Notícias Online/ Cultura/ As Aventuras do Dr. Botica

As Aventuras do Dr. Botica

Publicada em : 06/09/2017

Teatro Dr. Botica nasce voltado para o público infantil

Divulgação
Com uma trajetória de 47 anos, 34 espetáculos teatrais e projeção internacional, o Grupo Giramundo, criado em Belo Horizonte, foi convidado para dar vida ao carismático alquimista que protagoniza As Aventuras do Dr. Botica. A companhia já subiu ao palco com a banda Pato Fu no projeto Música de Brinquedo, protagonizou o videoclipe A Cerca, do Skank, o longa-metragem A Dança dos Bonecos, de Helvécio Ratton. Atualmente, os bonecos podem ser vistos na novela Pega Pega, da Rede Globo.

O Giramundo assina o espetáculo de teatro de bonecos que inaugura o Teatro Dr. Botica dia 9 de setembro, sábado, às 16 horas (dias 2 e 3, às 16h, apenas para convidados). O novo espaço cultural da cidade, patrocinado pelo O Boticário e que conta com a realização da Brain+ e Instituto Grupo Boticário, está localizado no Shopping Metrô Tatuapé, na zona Leste de São Paulo. O projeto foi desenhado a partir de memória afetiva, do sabor de algodão doce e do riso solto após o número de palhaço.

As Aventuras do Dr. Botica é uma história divertida, com personagens únicos, que tratam os valores essenciais, como amizade, compromisso, tolerância, inclusão, e que num passe de mágica, os levarão para um mundo cheio de fantasias. Dr. Botica e seu amigo Fido vivem cercados por amigos especiais e tudo segue harmoniosamente até que um dia a dupla acorda diante de um grande mistério. A manipulação dos 14 bonecos que estarão em cena será feita por três atores utilizando técnicas mistas – vara e luva. Dr. Botica, o protagonista, será manipulado com vara, o galo com luva e o ornitorrinco com ambas. A cenografia, de acordo com a diretora, é minimalista. “Teremos uma estrutura de palco mais simples porque faremos projeções provocando a interação com o espectador em todos os momentos”, revela.

As Aventuras do Dr. Botica tem como bases criativas as cores e a estética ou o design dos brinquedos. Sobre as primeiras, Beatriz chama atenção para o uso de tons primários que são assimilados facilmente pelas crianças. A ideia do brinquedo está na construção e em cada detalhe dos bonecos: o rato possui rodinhas no lugar das patas, o galo solta bolinhas de sabão ao cantar, a vaca conta com uma estrutura de molas. Tudo isso é embalado com uma trilha animada com pop, funk e até música sertaneja, compostos originalmente para o espetáculo. Beatriz Apocalypse ressalta que para dar um toque irreal e divertido aos personagens, o Giramundo não utilizou escalas convencionais para conceber os bonecos. Assim, animais de pequeno, médio e grande porte tiveram praticamente as
mesmas dimensões.

“A maioria dos 14 bonecos tem aproximadamente de 55 centímetros. Achamos interessante não obedecer a uma escala. O público irá se divertir com as possibilidades. Persona, por exemplo, é uma espécie de narrador de cabelos amarelos que aparece com barba rosa ou apenas com bigode, tem voz feminina e voz masculina”, conta. “São poucos os espetáculos na história do grupo feitos sob encomenda. Aceitamos por se tratar do Dr. Miguel Krigsner, fundador do Grupo Boticário, que além de ser apaixonado pela arte milenar de bonecos, possui uma sensibilidade artística incrível, e nos deu total liberdade de criação a partir dessa personagem, respeitando os valores da mesma. Mergulhamos numa série de conceitos, mas também imprimimos a marca do Giramundo para uma peça que dialoga com todos os públicos, não apenas o infantil”, explica a diretora artística do Giramundo, Beatriz Apocalypse.

Dr. Botica é um mago poderoso e querido por todos, ele cria poções encantadoras e cheirosas, como essência de gargalhada, leveza de nuvem e doses de amor, utilizando ingredientes mágicos colhidos na floresta encantada onde mora. Ele é cercado de animais, entre eles, o esperto passarinho Fido, seu melhor amigo. Dr. Botica e Fido estão trabalhando na busca da Poção da Transformação, para tornar o mundo um lugar mais belo e melhor para se viver. Porém numa manhã, ele descobre que os animais ao seu redor estão com as personalidades trocadas: o galo mia, a vaca cacareja, assim por diante. Ele então percebe que alguém teve acesso a uma de suas poções mágicas e a deixou exposta em seu laboratório. Logo depois, um bicho desconhecido entra em cena. Começa, então, uma investigação para descobrir quem teve acesso a grande poção e para descobrir que bicho novo é esse?

O Giramundo foi criado em Belo Horizonte no ano de 1970 pelos artistas plásticos Álvaro Apocalypse, Terezinha Veloso e Madu. Já nos primeiros anos montaram espetáculos que misturavam temas da cultura brasileira ao apuro técnico dos bonecos de Apocalyse, comoSaci Pererê (1975) eCobra Norato (1979). Na década de 80, o Giramundo leva para o teatro de bonecos para a UFMG. A mistura de artes plásticas, experimentação e referências europeias dão origem a espetáculos como Giz (1988). Os anos 90 e 2000 seguem com intensa produção. Destacam-se: Pedro e O Lobo (1993), Carnaval dos Animais (1996) e O Gato Malhado e a Andorinha Sinhá (1999).

A ideia de grupo de teatro, que orientou suas atividades durante 30 anos, cedeu espaço, nos anos 2000, para outra ordem, a de um grupo multimídia, experimentador do boneco em múltiplos aspectos e do movimento como matérias de pesquisa. A partir da transferência de sua sede em 1999, com a saída da UFMG, o grupo se institucionalizou e ampliou sua pauta de atividades, abrindo seu Museu, Escola e Estúdio de Animação e incorporando a criação de produtos como livros, vídeos e brinquedos.A trajetória de trabalho do grupo, com 34 espetáculos montados, demonstra dois caminhos que desembocam no futuro: a ampliação das abordagens do boneco, por um lado, e a pesquisa sobre movimento, de outro. O centro da pesquisa do Giramundo, ou a sua matéria de trabalho atual, é bipolar. Ao lado do boneco, o movimento, nem sempre juntos. Tudo o que se move passou a interessar e a provocar contatos e interseções com novos campos. O Giramundo é a resultante dinâmica dessas forças: uma ideia em movimento.

O espaço foi projetado especialmente para programação destinada a crianças e famílias. Com capacidade para 263 pessoas (incluindo assento para obesos e pessoas com deficiência), a casa tem localização privilegiada, no Shopping Metrô Tatuapé. Localizado no Piso Superior, possui área de 755,55m2. São três camarins com banheiro (feminino, masculino e família), bilheteria móvel em funcionamento 2 horas antes da abertura da casa e bilheteria oficial no Piso Tatuapé, ao lado da Praça de Eventos. No foyer pipoca, refrigerante e água estão à venda - em breve abrigará uma cafeteria.

Serviço

As Aventuras do Dr. Botica

Estreia dia 9 de setembro. Direção: Beatriz Apocalypse.Com: Grupo Giramundo. Classificação indicativa: livre. Duração: 50 minutos. Temporada vai até 29 de outubro, aos sábados e domingos, às 16h.

Teatro Dr Botica - Shopping Metrô Tatuapé – Piso Superior. Praça de Alimentação. Rua Dr. Melo Freire, s/n. Tatuapé, cep 03314-030. (011). 2090-7400. Inauguração para convidados - dia 2 de setembro, sábado, às 15h, com espetáculo As Aventuras do Dr Botica (dia 3, domingo, às 11, 14 e 16h30). Para público - dia 9 de setembro, sábado, às 16 horas. Ingressos - R$ 50,00 e R$ 25,00.

Bilheteria - Ponto da Ingresso Rápido no Teatro com funcionamento de 10h às 22h. Aberta todos os dias de segunda a sábado, das 10 às 22h, e domingo, das 12h às 22h;
Estacionamento - Próprio do shopping
Ônibus - Várias opções de linhas com fácil acesso, interligadas ao terminal.
Empresas e grupos - Equipe comercial de vendas para grupos e segmento
corporativo.
Vendas online - Link direto pelo site do Theatro para o site da Ingresso Rápido.
Compras pelo site www.ingressorapido.com.br
Divulgação

Fonte:Arteplural Comunicação