Cultura

Home/ Notícias Online/ Cultura/ Inimigos

Inimigos

Publicada em : 12/06/2017

Infantil da Cia. de Feitos que estreia no Sesc Belenzinho reflete sobre as guerras

Divulgação
Divulgação
O Sesc Belenzinho apresenta Inimigos, novo espetáculo da Cia. de Feitos que estreia no dia 24 de junho (sábado, às 12h). O espetáculo - uma livre adaptação do livro O Inimigo, de Davide Cali, com direção e dramaturgia de Carlos Canhameiro - propõe uma reflexão sobre a incoerência das guerras.

A história se passa em algum lugar que poderia ser uma cidade, uma floresta ou um deserto onde existem dois buracos. Neles, dois soldados. Eles são inimigos. A guerra os colocou em lados opostos. E assim brincam de inimigos conforme ensinou o manual (que diz tudo sobre o inimigo).

Encenada sobre rolos de papeis, atores, atrizes e músicos desdobram as muitas formas do inimigo, com quase tudo parecendo ser criado na hora. Tinta, papelão, papel, escadas dão o tom da cena, recheada de cantos e reflexões sobre a guerra de cada dia, que se passa não só no campo de batalha.

Os inimigos são exatamente iguais, quase sempre assustados, com saudades das famílias, nervosos, com frio, com calor e com fome. Se, por acaso, um dia eles trocassem de lado, nada mudaria, ninguém notaria, porque os de cá são iguais aos de acolá. Então, por que lutam?

Davide Cali - Nascido na Suíça, em 1972, Davide Cali começou a carreira literária colaborando com a revista italiana Linus como autor-ilustrador de BD (Banda Desenhada), aos 22 anos. Ávido por contar histórias, passou a publicar livros para crianças, tendo quase todo o seu trabalho publicado pela editora francesa Sarbacane. Seu estilo é caracterizado pelo humor, pelo ritmo e pela capacidade de criar camadas diferentes de leitura. Foi contemplado com o Prêmio Baobab 2005, do Salão de Montreuil, pelo álbum Eu Espero (editado em Portugal pela Bruáa) e recebeu Menção Especial do Júri no Prêmio Words and Music 2006, da Feira Internacional de Bolonha, com Piano, Piano.

Cia. de Feitos - Fundada em 2008, a companhia montou sua primeira peça, O Pato, a Morte e a Tulipa, em 2010, em São José dos Campos, SP, que foi apresentada em teatros do Sesc e da Prefeitura, na Viagem Teatral do SESI e na Virada Cultural Paulista, além de participar de vários festivais pelo Brasil. Foi indicada aos prêmios FEMSA e Cooperativa Paulista de Teatro, contemplada com o Troféu Pecinha é a Vovozinha (coluna de Dib Carneiro Neto na Revista Crescer) e ficou entre as cinco melhores peças infantis em cartaz pela Veja SP. Em 2013, o grupo estreou Selma, inspirada no livro homônimo da alemã Jutta Bauer, que questiona sobre a felicidade, com a qual fez temporadas em teatros do Sesc SP, CEUs e Teatro João Caetano, além de ser destaque como segunda melhor peça infantil no Guia Folha pelo crítico Dib Carneiro Neto. Em 2015, montou o espetáculo Achados & Perdidos, inspirado no livro de Oliver Jeffers, que realizou quatro temporadas em São Paulo. O grupo segue na busca pelo diálogo inteligente com as crianças, explorando temas desafiadores e fugindo da simplificação, e estreia Inimigos, adaptação do livro de Davide Cali.

Ficha técnica - Livre adaptação da obra de Davide Cali. Direção e dramaturgia: Carlos Canhameiro. Elenco: Artur Kon, Carla Massa, Giscard Luccas, Paula Mirhan, Paula Serra e Rui Barossi. Trilha original e música ao vivo: Paula Mirhan e Rui Barossi. Iluminação: Daniel Gonzalez. Figurino: Renan Marcondes. Cenário: Carlos Canhameiro e Cia. de Feitos. Adereços e máscaras: Artur Kon, Carla Massa e Renan Marcondes. Produção: Cia. De Feitos. Apoio: Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo - Programa de Ação Cultural “Concurso de Apoio a Projetos de Produção de Espetáculo Inédito e Temporada de Artes Cênicas para o Público Infantil e/ou Juvenil no Estado de São Paulo”. Realização: Sesc São Paulo.

Serviço

Espetáculo: Inimigos

Com Cia. de Feitos
Temporada: 24 de junho a 23 de julho
Horários: sábados e domingos, às 12h
Local: TEATRO (392 pessoas). Duração: 55 minutos. Classificação: Livre
Ingressos: R$ 20,00 (inteira); 10,00 (aposentado, pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência, estudante e servidor da escola pública com comprovante) e R$ 6,00 (trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo credenciado no Sesc e dependentes).
Dia 22/07 (sábado) haverá descrição em linguagem de sinais (Libras).
Dia 23/07 (domingo) haverá audiodescrição com fones (para retirar é preciso apresentar de documento com foto).

Outras atividades para as crianças

CONTAÇÃO DE HISTÓRIA


Contação de Histórias
Com Cia. Malas Portam

Narração de diferentes histórias.
24/06 - Histórias Acumulativas - As histórias são adaptações de três livros: O Domador de Monstros, de Ana Maria Machado, fala sobre um menino que está tentando dormir, mas vê refletido na parede do seu quarto a sombra de árvores que parecem monstros cada vez mais feios; A Casa Sonolenta, de Audrey Wood, é uma casa onde todos viviam dormindo, até que uma pulga chega para acordar os moradores; E o Dente Ainda Doía, de Ana Terra, tem um jacaré aceita a ajuda de muitos animais da floresta para resolver a sua dor de dente.
25/06 - Histórias da Roça - Ao som da cantiga “Capelinha de Melão”, o público é convidado a seguir viagem pelos contos populares da roça. Após um sonoro trava-língua, a divertida história O Macaco e a Velha é retirada da Mala Invisível, em que um esperto macaco tenta se livrar da armadilha em que ele próprio se envolveu. Em seguida, Como Pedro Malasartes Vendeu um Passarinho e Sopa de Pedra ilustram as peripécias desse conhecido personagem português do campo. Para encerrar a viagem pelos contos folclóricos, uma Mala Tecido se transforma em biombo onde é narrada a história A Língua do Boi, comum a várias cidades do Brasil e com diferentes versões.
Grátis. Local: Convivência. Classificação: Livre.
03 e 04/06. 24 e 25/06, Sábados e domingos, às 16h

Oficina: Construção de Brinquedos Ópticos: Taumatrópio
Com Daphine Ferrão e Mirella Maria

Os brinquedos ópticos surgiram no início do século XIX como os primeiros recursos a darem a impressão de imagens em movimento. Eles exploravam o funcionamento do olho humano e lançavam mão de efeitos visuais simples para transformar ilustrações em animações.
Nesta oficina, as crianças criam o taumatrópio, compreendendo o funcionamento do olhar em conjunto com a luz como grande participante na construção de movimentos de imagens. Daphine Ferrão é artista visual e arte educadora, formada pelo Instituto de Artes da Unesp. Atua com oficinas criativas principalmente nas técnicas de carimbo, desenho e colagem sempre vinculadas a outras linguagens como cinema, literatura, dança e música para crianças jovens e pessoas com deficiência. Já foi educadora em instituições como Fundação Bienal e Pinacoteca do Estado de São Paulo; ministra oficinas em unidades do Sesc SP, Instituto Olga Kos, bem como aulas de arte para Ensino Médio na rede estadual de ensino. Mirella Maria é artista visual e arte educadora formada pelo Instituto de Artes Unesp é mestranda em arte-educacao pela mesma instituição. Realiza oficinas em diferentes espaços culturais na área de artes visuais, a partir de técnicas criativas e manuais; atua também em trabalhos com temática étnico-racial e de gênero; educadora no Museu Afro Brasil e produtora/gestora cultural no Quilombo Mulheres Negras.
Grátis. Local: Espaço de Tecnologias e Artes. Indicado para maiores de 5 anos.
10 a 11/06. Sábado e domingo, das 14h30 às 16h30

Oficina: Construção de Brinquedos Ópticos: Flipbook
Com Daphine Ferrão e Mirella Maria

Os brinquedos ópticos surgiram no início do século XIX como os primeiros recursos a darem a impressão de imagens em movimento. Eles exploravam o funcionamento do olho humano e lançavam mão de efeitos visuais simples para transformar ilustrações em animações.
Nesta oficina, as crianças criam o flipbook, um brinquedo feito apenas com desenhos colocados em folhas leves e fáceis de folhear. Daphine Ferrão é artista visual e arte educadora, formada pelo Instituto de Artes da Unesp. Atua com oficinas criativas principalmente nas técnicas de carimbo, desenho e colagem sempre vinculadas a outras linguagens como cinema, literatura, dança e música para crianças jovens e pessoas com deficiência. Já foi educadora em instituições como Fundação Bienal e Pinacoteca do Estado de São Paulo; ministra oficinas em unidades do Sesc SP, Instituto Olga Kos, bem como aulas de arte para Ensino Médio na rede estadual de ensino. Mirella Maria é artista visual e arte educadora formada pelo Instituto de Artes Unesp é mestranda em arte-educacao pela mesma instituição. Realiza oficinas em diferentes espaços culturais na área de artes visuais, a partir de técnicas criativas e manuais; atua também em trabalhos com temática étnico-racial e de gênero; educadora no Museu Afro Brasil e produtora/gestora cultural no Quilombo Mulheres Negras.
Grátis. Local: Espaço de Tecnologias e Artes. Indicado para maiores de 5 anos.
15 a 18/06. Quinta a domingo, das 14h30 às 17h30

Oficina: Construção de Brinquedos Ópticos: Fenaquistocópio
Com Daphine Ferrão e Mirella Maria

Os brinquedos ópticos surgiram no início do século XIX como os primeiros recursos a darem a impressão de imagens em movimento. Eles exploravam o funcionamento do olho humano e lançavam mão de efeitos visuais simples para transformar ilustrações em animações.
Nesta oficina, as crianças criam o fenaquistocópio. O nome parece mais complicado, mas é um dos mecanismos de movimentos de imagens mais tranquilos de se realizar. Daphine Ferrão é artista visual e arte educadora, formada pelo Instituto de Artes da Unesp. Atua com oficinas criativas principalmente nas técnicas de carimbo, desenho e colagem sempre vinculadas a outras linguagens como cinema, literatura, dança e música para crianças jovens e pessoas com deficiência. Já foi educadora em instituições como Fundação Bienal e Pinacoteca do Estado de São Paulo; ministra oficinas em unidades do Sesc SP, Instituto Olga Kos, bem como aulas de arte para Ensino Médio na rede estadual de ensino. Mirella Maria é artista visual e arte educadora formada pelo Instituto de Artes Unesp é mestranda em arte-educacao pela mesma instituição. Realiza oficinas em diferentes espaços culturais na área de artes visuais, a partir de técnicas criativas e manuais; atua também em trabalhos com temática étnico-racial e de gênero; educadora no Museu Afro Brasil e produtora/gestora cultural no Quilombo Mulheres Negras.
Grátis. Local: Espaço de Tecnologias e Artes. Classificação: Livre.
24 a 25/06. Sábado e domingo, das 14h30 às 17h30

Oficina: Experiências Animadas: do Desenho ao Gif
Com Vanessa Pereira

Oficina volta para pais e filhos, na qual são criadas animações a partir de desenhos feitos pelos participantes. São gerados GIFs animados no software livre GIMP após a digitalização dos trabalhos. Vanessa Pereira é mestranda em Artes (Unesp), pós-graduada em Estéticas Tecnológicas (PUC), designer multimídia (Senac) e técnica em Design Gráfico (ETEC Carlos de Campos). Integra a equipe do Sesc Belenzinho como Educadora de Tecnologias e Artes e atua em diferentes espaços culturais da cidade.
Grátis. Local: Espaço de Tecnologias e Artes. Acima de 7 anos.
25/06. Domingo, das 11h30 às 13h30

ARTES VISUAIS
Intervenções no Espaço de Brincar - Diferentes linguagens artísticas e brincadeiras coletivas, voltadas para a primeira infância.

Intervenção: Mares e Mundos de Papel
Com Coletivo Barca

Mares, janelas, barcos, caminhos, histórias... Mundos de papel para brincar e imaginar! A partir de diferentes tipos de papéis recicláveis como jornais e revistas vivenciaremos brincadeiras e criaremos nossos brinquedos convidando as crianças e famílias para uma experiência lúdica.
Recomendado para bebês de até de anos. O Coletivo Barca acredita no brincar como forma de apropriação e conhecimento do mundo. Pela pesquisa, observam que o tempo e o espaço dedicados ao brincar espontâneo da criança juntamente com o adulto, tão importantes para seu desenvolvimento, estão se tornando raros para grande parte das pessoas. Reunidas pelo interesse pelo universo do brincar e da criança, cada educadora do coletivo (Andrea Rocha, Camila Feltre e Renata Oliveira) tem formação em uma área artística diferente, o que atribui ao mesmo um caráter de interlinguagens artísticas. As atividades desenvolvem-se de forma integrada, dialogando com a maneira como a criança habita o mundo.
Grátis. Local: Espaço de Brincar. Classificação: Livre.
03 a 25/06. Sábados e domingos, das 11h às 11h45 e das 13h30 às 14h15
15 a 16/06. Quinta e sexta, das 11h às 11h45 e das 13h30 às 14h15

LITERATURA
Mediações - Promove encontros sobre a temática das ações em torno da leitura.

Histórias para Ler e Voar!
Com Collectivus de Leitura

O grupo interdisciplinar Collectivus de Leitura busca estimular a leitura de literatura de maneira prazerosa, afetiva e lúdica, aproximando gerações e fortalecendo laços.
Grátis. Local: Biblioteca. Classificação: Livre.
01/05 a 25/06. Sábados e domingos, das 14h às 16h
15/06. Quinta, das 14h às 16h

CINEMA E VÍDEO
Filminho - Exibição de filmes infantis para divertir pais e filhos.

Filme: Pets - A Vida Secreta dos Bichos
The Secret Life of Pets. Dir. Yarrow Cheney, Chris Renaud. EUA. 2016. Animação. 87 min.

Max é um cachorro que mora em um apartamento de Manhattan. Quando sua querida dona traz para casa um novo cão chamado Duke, Max não gosta nada, já que seus privilégios parecem ter acabado. Mas logo eles vão ter que pôr as divergências de lado quando um incidente coloca os dois na mira da carrocinha. Enquanto tentam fugir, os animais da vizinhança se reúnem para o resgate e uma gangue de bichos que moram nos esgotos se mete no caminho da dupla.
Grátis. Local: Oficina 3. 60 lugares. Retirar senha com 30 minutos de antecedência. Livre.
11/06. Domingo, às 17h

Filme: Por Água Abaixo
Flushed Away. Dir. Sam Fell, David Bowers. Reino Unido, EUA. 2006. Animação. 95 min.

Roddy é um rato de estimação que vive em um luxuoso apartamento em Kensington e tem dois hamsters, Gilbert e Sullivan, como mordomos. Um dia surge no local Sid (Shane Richie), um rato sujo que é expelido pelo esgoto da pia. Sid acha que tirou a sorte grande, mas Roddy quer se livrar dele o mais rápido possível. Para tanto tenta enganá-lo, dizendo que a privada é na verdade uma banheira e tentando convencer Sid a entrar nela. Porém Sid não é bobo e empurra Roddy para a privada, dando a descarga em seguida. Roddy passa pelos esgotos e chega à cidade de Ratópolis. Lá ele encontra Rita, uma ratazana que trabalha com seu barco que é a única que pode ajudá-lo a voltar para casa.
Grátis. Local: Oficina 3. 60 lugares. Retirar senha com 30 minutos de antecedência. Livre.
18/06. Domingo, às 17h

Filme: A Fuga das Galinhas
Chicken Run. Dir. Peter Lord, Nick Park. Reino unido, FR, EUA. 2000. Animação. 84 min.

A Sra. Tweedy é a dona de um galinheiro no interior da Inglaterra, onde a maior parte das aves vive uma vida curta e monótona, limitada a produzir ovos e terminar na panela. Mas quando Rocky, um galo vindo dos Estados Unidos surge voando por cima da cerca da Granja, as coisas começam a mudar. Rocky se apaixona por Ginger, que sonha com uma vida melhor e já há algum tempo deseja fugir da granja. Juntos os dois arquitetam um plano para conseguir liberdade. No entanto, Rocky e Ginger logo se veem correndo contra o tempo quando a Sra. Tweedy decide que é hora de mandar a granja inteira para a o forno.
Grátis. Local: Oficina 3. 60 lugares. Retirar senha com 30 minutos de antecedência. Livre.
25/06. Domingo, às 17h

Sesc Belenzinho
Endereço: Rua Padre Adelino, 1000
Belenzinho – São Paulo (SP). Telefone: (11) 2076-9700
www.sescsp.org.br/belenzinho
Estacionamento: Para espetáculos com venda de ingressos após as 17h: R$ 15,00 (não matriculado); R$ 7,50 (credencial plena no SESC - trabalhador no comércio de bens, serviços e turismo/ usuário).
Divulgação

Fonte:VERBENA COMUNICAÇÃO