Cultura

Home/ Notícias Online/ Cultura/ Sonata

Sonata

Publicada em : 11/01/2017

Espetáculo traz uma intrigante história sobre os desafios do amor e do tempo

Divulgação
Divulgação
“A história que vou contar não tem a rigor um princípio, um meio e um fim.
O tempo é um rio sem nascentes a correr incessantemente
para a Eternidade,  mas bem se pode dar que em inesperados trechos de seu curso o nosso barco se afaste da correnteza,
derivando para algum braço morto feito de antigas águas ficadas
e só Deus sabe o que então poderá acontecer...” 
Érico Veríssimo

Baseado num dos contos fantásticos de Érico Veríssimo, o espetáculo “SONATA” traz à cena uma delicada e misteriosa história sobre os desafios do amor e do tempo. Qual a validade de um amor e sua força no pensamento?  Ele pode sobreviver ao tempo?

Nesse conto, um professor de piano entediado, mas sonhador, encontra um anúncio de jornal de 28 anos atrás. Por curiosidade, resolve ir até o local. Lá, encontra uma linda jovem, tornando-se seu professor. Mas essa jovem vive na época do anúncio e ele, no tempo presente. Nesse universo fantástico – em que o real e o sobrenatural se entrelaçam, se desenvolve uma história de amor e encantamento, separada pelo abismo do tempo. A única prova desse acontecimento é uma sonata composta por ele especialmente para ela.

Érico Veríssimo é um grande autor brasileiro. Passados mais de 40 anos de sua morte, sua obra continua a reverberar e inspirar milhares de pessoas pelo mundo. Sua maestria com as palavras, brincando com situações aparentemente cotidianas, transformam a lógica com maestria e simplicidade. E nesse conto, especificamente, ele consegue levar o enredo de uma maneira envolvente e inteligente, despertando a atenção a cada detalhe.

O amor, pano de fundo da história, é um sentimento que rege a humanidade. Desde o momento em que desembarcamos nesse mundo até o instante em que partimos, o amor é o sentimento mais valorizado e buscado. Mas será possível ao amor transpor tantas barreiras para se concretizar?

Desenvolver um trabalho de pesquisa da obra desse autor consagrado, abordando um tema tão precioso e pertinente e adaptá-lo para o palco é o desafio que a ciA.Aposto aceitou, num projeto idealizado por Ricardo Koch Mancini e sob a direção de Christina Trevisan.

A montagem intimista permitirá ao público ser testemunha dessa história. A beleza do amor rompendo os limites do tempo é o grande mote da obra, apresentando no palco as sutilezas e detalhes do conto com o intuito de proporcionar uma aproximação contundente do universo fantástico do autor.

A encenação de “SONATA” está pautada no trabalho do ator, com foco nas relações estabelecidas entre a dramaturgia do texto e a dramaturgia do corpo. Para traduzir o realismo fantástico do conto de Érico Veríssimo e o entrelaçamento de realidades, a pesquisa de linguagem cênica transita entre as interfaces do Teatro – Dança – Literatura, sem definir contornos entre o que é vivido, pensado, sentido ou sonhado.

A beleza e o amor são agentes transformadores do olhar humano. Trazer essa encantadora e intrigante história para o teatro é possibilitar que as pessoas saiam do teatro mais apaixonadas, com uma imensa vontade de amar e serem amadas, e também trazer questões sobre o desejo da reciprocidade e de como, às vezes, o tempo é nosso amigo e, em outras, verdadeiro carrasco. Como lidar com o amor?

O espetáculo estreia dia 30 de janeiro no Teatro Sérgio Cardoso (Sala Paschoal Carlos Magno), e ficará em temporada até dia 28 de fevereiro, às segundas e terças, sempre às 20h.

Sinopse
De maneira estranha e sobrenatural, um entediado pianista reencontra o grande amor de sua vida e com ele, a inspiração para criar. De um lado, um sonhador. Do outro, uma linda jovem muito à frente de sua época. Uma sonata composta especialmente para ela é a única prova dessa misteriosa história de amor separada pelo abismo do tempo... Quanto pode durar o amor?



Serviço
Sonata

Baseado na obra de Érico Veríssimo
Direção Geral: Christina Trevisan
Elenco: Ricardo Koch Mancini, Fernando Lourenção e Janaína Alves
Gênero: Drama
Classificação Indicativa: Livre
Recomendação: 12 anos
Duração: 60 minutos
Estreia: dia 30 de janeiro
Temporada: de 30 de janeiro a 28 de fevereiro, às segundas e terças-feiras, sempre às 20h.
Local: Teatro Sérgio Cardoso
Sala Paschoal Carlos Magno | 144 lugares
Rua Rui Barbosa, 153 – Bela Vista
11 3288-0136 
Estações do Metrô Próximas: São Joaquim e Brigadeiro
ar-condicionado | bar & café | wi-fi | fraldário| acessibilidade

Ingresso: R$ 30,00 (inteira) / R$ 15,00 (meia-entrada) / R$ 10,00 (moradores do Bixiga mediante apresentação de comprovante de endereço)
Bilheteria: Atendimento de terça a domingo, das 14h até o início do espetáculo|  vendas antecipadas: de terça a sábado das 14h às 19h
Internet: www.ingressorapido.com.br | 11 4003-1212
Cartões (crédito e débito)
Visa /Master/Dinners/ American/Elo/Hipercard/Aura / Vale Cultura Alelo

Fonte:VERBENA ASSESSORIA