Culinária

Home/ Culinária/ Grãos/ Arroz com lentilhas
ou
ok

Arroz com lentilhas

Publicada em: 31/12/1969

Ingredientes

2 xícaras de arroz pré-lavado ou bem lavado
2 xícaras de lentilhas escolhidas e lavadas
1 e meio copo (tipo americano) de azeite de oliva Carboñel ou Gallo (olha aí, naturebas: não contêm colesterol!)
5 cebolas grandes fatiadas ao comprido (para os “metidos” é “à la juliènne”)
1 colherinha (de café) rasa de pimenta síria (Bahar), encontrada na maioria dos supermercados. Em falta, substitua por canela em pó
Pimenta-do-reino moída a gosto
Sal

Modo de Preparo

1) Ferva 2 litros de água. Ponha o arroz de molho nessa água em recipiente tampado. Reserve.
2) Ponha as lentilhas numa panela grande, com água suficiente para cobrir e deixe cozinhar em fogo médio.
3) Enquanto isso, numa frigideira grande, frite toda a cebola no azeite, em fogo alto, mexendo de vez em quando, até que a cebola fique muito escura (quase queimada). Demora bastante.
4) Incline a frigideira para que o azeite escorra para um lado. Retire o azeite com uma colher e jogue na panela da lentilha. Separe mais ou menos um terço da cebola frita e acrescente na lentilha. Reserve a cebola restante, com o mínimo de azeite, espalhada pela frigideira para que esfrie e seque um pouco.
5) Quando a lentilha estiver quase cozida (mas ainda durinha), escorra o arroz e junte. Mexa bem. Ponha pimenta síria, sal e pimenta-do-reino. Complete com água fria até um dedo acima do nível do arroz com as lentilhas. Deixe levantar fervura em fogo alto e depois abaixe bem o fogo e tampe a panela. Cozinhe até que a água quase seque. Ponha mais uma xícara de água fria e deixe cozinhar mais um pouco.
6) Vá experimentando a lentilha com o arroz: quando os dois estiverem cozidos, mas ainda durinhos (lembre-se de que tudo cozinha antes na superfície do que no fundo da panela), embrulhe a panela tampada em jornais ou ponha numa caixa de isopor. Deixe descansar por meia hora.
7) Abra a panela, afofe bem com um garfo grande. Coloque numa travessa larga e baixa. Espalhe por cima a cebola frita que foi reservada. Se sobrar e precisar requentar, prefira o microondas ou use banho-maria.

Créditos

Minás Kuyumjian Neto, autor do livro “Iscas Culinárias